LUMINOSO

PLAY- CLIQUE PARA OUVIR A WEB RÁDIO CONEXÃO,NET

sábado, 21 de agosto de 2010

Semana da Independência do Brasil - 2

Hino da Independência 

O Hino da Independência é um dos símbolos oficiais da República Federativa do Brasil. Sua letra foi composta por Evaristo da Veiga e a música é de Dom Pedro I.
Segundo diz a tradição, a música foi composta pelo Imperador às quatro horas da tarde do mesmo dia do Grito do Ipiranga, 7 de setembro de 1822, quando já estava de volta a São Paulo vindo de Santos.[1] Este hino de início foi adotado como Hino Nacional, mas quando D. Pedro começou a perder popularidade, processo que culminou em sua abdicação, o hino, fortemente associado à sua figura, igualmente passou a ser também desprestigiado,[2] sendo substituído pela melodia do atual Hino Nacional, que já existia desde o mesmo ano de 1822.

As estrofes 3, 4, 5, 6, 8 e 10 não se encontram na versão mais famosa e compacta do Hino. As estrofes completas do Hino da Independência são:

1
Já podeis da Pátria filhos
Ver contente a Mãe gentil;
Já raiou a Liberdade
No Horizonte do Brasil
Já raiou a Liberdade
Já raiou a Liberdade
No Horizonte do Brasil

Refrão:
Brava Gente Brasileira
Longe vá, temor servil;
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

2
Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil,
Houve Mão mais poderosa,
Zombou deles o Brasil.
Houve Mão mais poderosa
Houve Mão mais poderosa
Zombou deles o Brasil.

(Refrão)


3
O Real Herdeiro Augusto
Conhecendo o engano vil,
Em despeito dos Tiranos
Quis ficar no seu Brasil.
Em despeito dos Tiranos
Em despeito dos Tiranos
Quis ficar no seu Brasil.

(Refrão)


4
Ressoavam sombras tristes
Da cruel Guerra Civil,
Mas fugirão apressadas
Vendo o Anjo do Brasil.
Mas fugirão apressadas
Mas fugirão apressadas
Vendo o Anjo do Brasil.

(Refrão)


5
Mal soou na serra ao longe
Nosso grito varonil;
Nos imensos ombros logo
A cabeça ergue o Brasil.
Nos imensos ombros logo
Nos imensos ombros logo
A cabeça ergue o Brasil.

(Refrão)


6
Filhos clama, caros filhos,
E depois de afrontas mil,
Que a vingar a negra injúria
Vem chamar-vos o Brasil.
Que a vingar a negra injúria
Que a vingar a negra injúria
Vem chamar-vos o Brasil.

(Refrão)


7
Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil:
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.
Vossos peitos, vossos braços
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

(Refrão)


8
Mostra Pedro a vossa fronte
Alma intrépida e viril:
Tende nele o Digno Chefe
Deste Império do Brasil.
Tende nele o Digno Chefe
Tende nele o Digno Chefe
Deste Império do Brasil.

(Refrão)


9
Parabéns, oh Brasileiros,
Já com garbo varonil
Do Universo entre as Nações
Resplandece a do Brasil.
Do Universo entre as Nações
Do Universo entre as Nações
Resplandece a do Brasil.

(Refrão)


10
Parabéns; já somos livres;
Já brilhante, e senhoril
Vai juntar-se em nossos lares
A Assembléia do Brasil.
Vai juntar-se em nossos lares
Vai juntar-se em nossos lares
A Assembleia do Brasil.

(Refrão)





 http://pt.wikipedia.org/wiki/Hino_da_Independ%C3%AAncia_do_Brasil

Símbolos Nacionais

Conhecendo os Símbolos Nacionais
Todas as comunidades possuem símbolos que as representam e não poderia ser diferente no Brasil. No dia 18 de setembro, comemoramos o Dia dos Símbolos Nacionais. Mas quais seriam exatamente esses símbolos?
A resposta é simples: a Bandeira Nacional, o Hino Nacional, as Armas Nacionais e o Selo Nacional, que são regulamentados pela LEI No 5.700, de 1 de Setembro de 1971, que d
ispõe sobre a forma e a apresentação dos Símbolos Nacionais, e dá outras providências.
Bandeira Nacional:
Nossa bandeira foi criada em 19 de novembro de 1889, quatro dias depois da proclamação da República. Ela foi projetada por Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos. O desenho foi feito por Décio Vilares e a inspiração veio da bandeira do Império, desenhada pelo pintor francês Jean-Baptiste Debret, com o círculo azul com a frase positivista "Ordem e Progresso" no lugar da coroa imperial.
Cada uma das quatro cores da Bandeira Nacional tem um significado: o verde simboliza nossas matas, o amarelo é o ouro (representando as riquezas nacionais) e o branco é a paz. O círculo azul representa o céu do Rio de Janeiro com a constelação do Cruzeiro do Sul, às 8h30 de 15 de novembro de 1889, data da Proclamação da República.
A única alteração na Bandeira Nacional desde então foi em 1992, quando a Lei No 8.421, de 11 de Maio de 1992, fez com que todos todos os novos estados brasileiros, bem como o Distrito Federal, sejam representados pelas estrelas, bem como estados extintos sejam suprimidos de sua representação.
Armas Nacionais:
As Armas Nacionais (ou Brasão Nacional) representam a glória, a honra e a nobreza do Brasil e foram criadas na mesma data que a Bandeira Nacional. O uso das armas é obrigatório nos edifícios-sede dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) dos governos federal, estaduais e municipais, além dos quartéis militares e policiais e em todos os papéis oficiais de nível federal (publicações, convites etc.).
As armas são formadas por um escudo redondo sobre uma estrela de cinco pontas e uma espada. Também há, no centro, o Cruzeiro do Sul. Há um ramo de café à esquerda e um de fumo à direita. A data que aparece nas armas, como você deve saber, é a proclamação da República.
Selo Nacional:
A finalidade do Selo Nacional é a autenticação dos documentos oficiais. Seu uso é obrigatório em qualquer ato do governo e em diplomas e certificados escolares.
Ele reproduz a esfera que existe na Bandeira Nacional. (L.L.)
Hino Nacional:
O Hino Nacional do Brasil tem letra de Joaquim Osório Duque Estrada (1870 - 1927) e música de Francisco Manuel da Silva (1795 - 1865). Foi oficializado pela Lei nº 5.700, de 1 de setembro de 1971, publicada no Diário Oficial (suplemento) em de 2 de setembro de 1971.
“ HINO NACIONAL BRASILEIRO ou HINO NACIONAL DO BRASIL ”
Parte I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com o braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso.
E o teu futuro espelha essa grandeza
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
Parte II
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Do que a terra, mais garrida,
Teus risonhos lindos campos têm mais flores;
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida no teu seio mais amores.
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro desta flâmula
- Paz no futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil! ”
autor da letra: Joaquim Osório Duque Estrada - 'Biografia' - 1870/1927
autor da música:
Francisco Manuel da Silva - 'Biografia' - 1795/1865

Glossário:

Brado: Grito
Clava: Arma, porrete
Colosso: Gigante
Esplêndido: Brilhante
Flâmula: Bandeira
Florão: Jóia
Fúlgidos: Brilhantes
Fulguras: Realças
Garrida: Alegre
Gentil: Amável
Idolatrada: Adorada
Impávido: Corajoso
Lábaro: Bandeira
Límpido: Claro
Ostentas: Mostras com orgulho
Penhor: Garantia
Plácidas: Calmas
Resplandece: Brilha
Verde-louro: Verde-amarelo
Vívido: Brilhante

(Organizado por: Professora Marcia Valeria)

Semana da Independência do Brasil

Atividades...
















(Organizado por: Professora Marcia Valeria)

DESENVOLVIMENTO



SUGESTÕES DE ATIVIDADES:

* Conversas e discussões sobre:

.o que é Pátria;
.o que aconteceu no dia 7 de setembro;
.a figura de D.Pedro I;
.os símbolos da Pátria: a Bandeira, as Armas, o Selo, Hino;
.o grito da Independência;
.a vida no Brasil antes e depois da Independência;
* Textos informativos, literários, poéticos;

* Textos coletivos;

* Álbum;

* Vídeos;

* Hinos: Nacional, da Independência;

* Pesquisas;

* Cartazes de fatos da época alusivos ao fato histórico;

* Linha de tempo do Descobrimento à Independência, da Independência aos dias atuais;

* Jogral;

* Dramatização;

* Poemas e diálogos de temas nacionais;

* Mural de notícias de jornais e revistas sobre a data cívica;

• Uso de mapas para a localização do Brasil;

• Confecção dos Símbolos Nacionais (pintura, desenho, recorte e colagem);

* Concurso de poesia;

* Seleção de canções patrióticas e populares:
Canção do Soldado,
Eu te amo meu Brasil;

* Confecção de:
bandeirinhas com as cores nacionais,
Bandeira do Brasil,
cata-ventos,
estrelas e outras figuras-símbolo em verde e amarlo, distintivos em azul, branco, verde e amarelo,
viseiras para o desfile.

06- CULMINÂNCIA/COMEMORAÇÃO:

Apresentação e exposição dos trabalhos à escola com:

* Músicas

* Jogral

* coro falado

* dramatização

* Mensagens exaltando o Brasil

* Cartazes

* Poesias

* Comemoração: Passeatas cívicas, demonstração de canto e dança dentro do tema, dramatizações, textos e poemas.

07-RECURSOS:

• Dicionário

• Biblioteca

• TV e vídeo

• Aparelho de som

• Internet

• Cartolina

• Quadro e giz

• Mapas/ Atlas...

NOSSA PÁTRIA

O sentimento de amor à Pátria deve ser despertado em todos os cidadãos, inclusive nos servos do Senhor Jesus. Nada melhor que aproveitar o “Dia da Pátria” para incentivarmos este amor: “amar o Brasil a tal ponto que não poupemos esforços até ganharmos nossa pátria querida para Cristo”.

PARA OS PEQUENINOS...

Repassando.

História da Independência do Brasil

Era uma vez um principezinho que veio de uma terra muito distante chamado Portugal para morar no Brasil com sua família. Este príncipe era chamado de Pedrinho. Ele era um menino inteligente, corajoso e muito amoroso.

O povo brasileiro gostava muito dele, por isso quanto sua família teve que regressar para Portugal com urgência, os brasileiros fizeram uma baixo-assinado e foram as ruas pedir que Pedro permanecesse aqui. O povo clamava:

-Fica Pedro! - Fica Pedro! - Fica Pedro! -Fica Pedro!

O príncipe vendo aquela multidão de brasileiros pedindo que ele ficasse, respondeu:

- Se for para o bem de todos e felicidade geral da nação, eu fico.

Os brasileiros ficaram super contente e comemoram sua primeira vitória:

- Viva! Viva! Viva! Viva!

O tempo passou e um dia a princesa Leopoldina recebeu uma carta do pai de Pedro, que era rei de Portugal. Ao ler a carta ela chamou seu conselheiro José Bonifácio e disse:

- José, a corte portuguesa exige que Pedro volte imediatamente para Portugal.

Naquele mesmo instante José Bonifácio teve uma idéia.

- Alteza, escreva uma mensagem a vosso marido, peça que proclame a Independência do Brasil imediatamente.
A princesa mais que depressa escreve uma carta e manda o mensageiro entregar a Pedro.

-Vá rápido, encontre o príncipe Pedro e entregue esta carta a ele.

O mensageiro encontrou o príncipe perto do Riacho Ipiranga, descansado com sua cavalaria.

-Vossa alteza, eis uma mensagem da princesa Dona Leopoldina.

Ao ler a mensagem Pedro diz aos soldados.

-Soldados, a corte portuguesa quer nos escravizar. Laços fora, guerreiros! A partir de hoje não serviremos mais a Portugal. Ou o Brasil fica livre ou morremos por ele. Independência ou Morte!

Todos os soldados gritaram em um só coro:

-Independência! Independência! Independência!

A partir daquele dia raiava a liberdade no horizonte do Brasil. Nosso país tinha ficado livre de Portugal. E hino brasileiro agora poderia ser cantado em todas as redondezas com mais força e garra.

Autora: Bernadete Sena de Santana

JOGRAL

FESTA DA PÁTRIA!

BRASIL SOMOS NÓS

TODOS:
Deus fez este mundo todo
Tão grande, tão lindo
Cheio de florestas verdes
Coberto com um céu de anil
E neste mundo,
Um pedacinho muito especial
Chamado BRASIL.
(Mostrar as letras escritas em papel laminado)

CANTO:
Eu te amo, meu BRASIL, eu te amo!
Meu coração é verde, amarelo e branco azul-anil,
Eu te amo, meu Brasil, eu te amo!
Ninguém segura a juventude do Brasil.

VOZ 1:
E acham vocês, meminos,
Que o Brasil é apenas um pedaço de terra,
neste mundo todo?

VOZ 2:
Não! O Brasil é muito mais!

TODOS:
São montanhas e serras
Cheias de riquezas sem fim
são rios, lagos, mares, florestas,
flores, bichos, pássaros e festas, enfim.

CORO FALADO

CENÁRIO:
Colar um mapa mundi de tamanho grande no quadro, usando percevejos ligados por um cordão colorido, indicar o roteiro da viagem de Cabral até as Índias.
Colocar caravelas de isopor, papel cartão nos pontos de partida e de parada.

CADA FRASE SERÁ FALADA POR UM ALUNO DIFERENRE:


* Trras por descobrir.
* Portugal e Espanha na conquista dos mares.
* As caravelas do Cabral navegam pelo Oceano Atlântico.
* E, ao cair da tarde de 22 de abril, avistam um monte que chamam Pascoal.
* No dia 25, ancoram os navios num porto que denominam Porto Seguro.
* Nesse local, no dia 26, frei Henrique de Coimbra celebra a 1ª missa no Brasil.
* E a 1ª de maio levanta-se na praia uma cruz com as armas de Portugal.
* Houve então, a 2ª missa.
* No dia seguinte, Cabral parte para as Índias.

TODOS:

* Estava descoberto o BRASIL!
* Ilha de Vera Cruz foi o 1º nome que lhe deram.
* E, no fim da carta de Pero Vaz de Caminha:
* "...da vossa Ilha de Vera Cruz". OUTRA VOZ:

• Mas não era ilha a terra descoberta!
• Era a Terra de Santa Cruz povoada por índios.
• A feição deles era serem pardos, maneira de avermelhados, de bons rostos e bons narizes, bem feitos...
• A riqueza era, a princípio, o pau-brasil. Por isso, o país foi chamado de Brasil. Mas, depois... até o ouro apareceu!
• E tudo ficou nas mãos de Portugal.

TODOS:
• BRASIL COLÔNIA!
• Capitanias Hereditárias!
• Governo Geral!
• Obra da Catequese!

UMA VOZ:

• Anchieta e Nóbrega!
• Invasões francesas!
• Invasões holandesas!
• Conjuração Mineira!

TODOS:

• Morte de Tiradentes
UMA VOZ:

• D. João VI no Brasil!
• Abertura dos portos
• Elevação do Brasil a reino
• Brasil deixou de ser uma simples colônia
• (fundo musical-Hino da Independência)

OUTRA VOZ:

• Brasil do sentimento nacionalista
• Revolução Pernambucana de 1817
• Pensamentos: grandes nomes – grandes homens.
• José Bonifácio!
• D.Pedro I!
• O Grito de Ipiranga:

TODOS:

INDEPENDÊNCIA OU MORTE!
(todos cantam o Hino da Independência ou o Hino Nacional)
* Pesquisas: Internet e Dia-a-dia do professor.

Sugestões de atividades

Mural: "Vultos da História do Brasil"
♣Dividir a sala em 5 grupos, sendo que cada um deles deverá pesquisar a biografia das pessoas mais importantes da Independência do Brasil e colocar no Mural "Vultos da História do Brasil".

♣ Pedir às crianças para pesquisarem nomes de pessoas que vêm elevando o nome do Brasil com seu trabalho, seja no esporte, artes, etc.
♥ ♥Produção de texto♥ ♥
♥ Lançamento do concurso de produção de texto: "Brasil Pátria Querida".

♥ Os alunos confeccionam um livro com os textos produzidos.
♥Confeccionar lembrancinhas
Confeccionar bandeirinhas com as cores nacionais, Bandeira do Brasil, cata-ventos, estrelas e outras figuras-símbolo em verde e amarelo, fitas e distintivos em azul, branco, verde e amarelo, viseiras, confeccionar também espada, cavalinho de cabo de vassoura.
Eu estou fazendo com a ajuda dos alunos, viseira,cavalinho de cabo de vassoura e espada, está ficando uma gracinha.

http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=32485107&tid=2545413057351228690&na=1&nst=1
(Organizado por: Professora Marcia Valeria)

Marcadores

- Diversos ABUSOS NA EDUCAÇÃO Além Paraíba-MG Alfabetização AMOR ...♥ Artes Artesanato Assuntos Diversos para Comentar Atividades Diversas Atividades para confeccionar com os alunos Avaliação Diagnóstica Bíblia Biografia Biologia Bordas e Certificados Capas para Cadernos Cidadania Ciências COMUNISMO Congresso Infantil Coordenação Motora Curiosidades Datas Comemorativas Deficiência Visual Desenhos e Figuras para Atividades Diversas Dia das Mães Dia do Índio - 19 de Abril Dia Mundial da Educação 28 de Abril Dinâmicas em Grupo Diversos Documentário Doenças Doutrinação; Livros; DVDs - Diversos Educação Educação Básica Educação Especial; Educação no Trânsito Educadores ENEM Ensino Religioso Ensino Especial; Ensino Fundamental - 1ª Fase Ensino Fundamental - Ensino Médio Ensino Fundamental 6º ao 9º Ensino Médio Ensino Religioso Entrevista Epidemia Escola Bíblica de Férias Escola Bíblica Dominical Esporte Estações do Ano Família; Férias Festa Junina FICAADICA FICAADICA... Figuras Diversas Filosofia Fonoaudiologia Geografia Guerra Guerra no Brasil HANG OUT HANGOUTS; Orientação Educacional; reuni[a0 HANGOUTS; Orientação Educacional; Reunião Pedagógica; Política; Informação; ABUSOS NA EDUCAÇÃO; WEBRADIOLIVRE.ORG HANGOUTS; Orientação Educacional; Reunião Pedagógica; Política; Informação; ABUSOS NA EDUCAÇÃO;WEBRADIOLIVRE.ORG História História da Educação ... e no Brasil; IDEOLOGIA DE GÊNERO Inclusão e/ou Deficiências Diversas Informação informação. informação. 1 de Maio Dia do trabalhador interdisciplinaridade Jardim Jogos e Brincadeiras Jovens l - Ensino Médio Lateralidade LEIS Leituras Diversas Lembrancinhas Libras Literatura Infantil Livros - Títulos... Louvor Matemática Material Didático; Meditação Mensagens Diversas Meu Canal YOUTUBE Motivação Músicas Diversas Natal Oração. orientação Educacional; Orientação Pedagógica Palavra do Dia. Para Reunião com Responsáveis Paralisia Cerebral Páscoa Pedagogia Pedofilia PNE Poemas POLÍTICA Política - Geral Português Projetos/Planos Psicologia Psicomotricidade Psicopedagogia. Reciclagem Regime Militar; Reportagem Reunião Pedagógica Reunião Pedagógica reunioes: Pedagógicas e / or Funcionários Reuniões: Pedagógicas e/ou Funcionários reunioes: Reunião Pedagógica Sala de Aula Alfabetizadora Saúde Sociologia Teatro - Fotos e Textos Temas Educacionais Textos Diversos Trabalhando os Sentidos Trava Língua Vacinação vídeo Vídeos Educacionais Vivendo a História do Brasil Sangrento no século XXI WEB RADIO

PESQUISE POSTAGENS NO SITE

Filmes Educacionais

  • Escritores da Liberdade
  • Filhos do Silêncio
  • Meu Mestre minha Vida
  • Nell
  • O Livro Perigoso
  • O Milagre de Anna Sullivan
  • O Nome da Rosa
  • O Triunfo
  • O Óleo de Lorenzo
  • Sociedade dos Poetas Mortos

Contadores

Clique em PARTICIPAR deste site. OBRIGADA e Volte sempre!

"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)

Feliz Dia das Crianças para todos!
Responsabilidade, Honestidade e Pontualidade faz parte de nossas vidas e temos que estar atentos para não pecarmos nessas áreas. Isso faz parte do ser adulto. Mas nada nos impede de sermos crianças em alguns momentos, principalmente na humildade e sinceridade. Só que a sinceridade as vezes ofende, pois as pessoas não estão preparadas para ouvirem a verdade, mesmo que venha da boca de uma criança.

Professora Marcia Valeria-2010.

INSTITUTO NACIONAL EDUCAÇÃO DE SURDOS

PARTICIPE!

CANAL - Professora Marcia Valeria

Loading...

Google+ Followers

ACESSOS...



1.000.000 Acessos

Meus Agradecimentos...


16/11/2013 - 1.500.000 Acessos! Obrigada Senhor!




Recent Visitors