LUMINOSO

PLAY

sábado, 9 de abril de 2016

ATIVIDADES SOBRE AS OLIMPÍADAS, PARA IMPRIMIR E COLORIR




Atividades sobre as olimpíadas, que poderão ser trabalhadas com alunos das séries iniciais de alfabetização. Podendo com as mesmas, observar letras iniciais das palavras, número de sílabas, de letras, palavra maior, menor, ordem alfabética, etc... A oralidade será o ponto forte nestas atividades.









AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA 3º ANO PARA IMPRIMIR







ESTA AVALIAÇÃO FOI ELABORADA POR MINHA AMIGA ADRIANA ISAAC. OBRIGADA POR COMPARTILHAR COMIGO NO MISTURA DE ALEGRIA.

ATIVIDADES FAVORÁVEIS PARA CADA NÍVEL DE ESCRITA

ATIVIDADES FAVORÁVEIS DE ACORDO COM O NÍVEL DA


PSICOGÊNESE EM QUE SE ENCONTRAM OS ALUNOS:

HIPÓTESE PRÉ-SILÁBICA:

Avanços:
• Diferenciar o desenho da escrita;
• Perceber letras e sons;
• Identificar e escrever o próprio nome completo;
• Perceber que usamos letras diferentes em diferentes posições.

Atividades favoráveis
• Desenhar e escrever o que desenhou;
• Usar o nome em situações significativas: marcar atividades. Objetos, utilizá-los em jogos, bilhetes, etc.
• Ouvir leitura diariamente pela professora e poder recontá-la;
• Ter contato com diferentes portadores de texto;
• Reconhecer e ler o nome próprio em situações significativas: chamadas, jogos, etc.
• Conversar sobre a função da escrita;
• Utilizar letras móveis para pesquisar nomes, reproduzir o próprio nome ou dos amigos; bingo de letras;
• Produção oral de histórias;
• Escrita espontânea;
• Textos coletivos tendo o professor como escriba;
• Aumentar o repertório de letras;
• Ler nomes das crianças da turma, quando isto for significativo;
• Comparar e relacionar palavras;
• Produzir textos de forma não convencional;
• Identificar personagens conhecidos a partir de seus nomes, ou escrever seus nomes de acordo com sua possibilidade;
• Recitar textos memorizados: parlendas, quadrinhas, poemas, músicas;
• Atividades que seja preciso reconhecer a letra inicial e final;
• Atividades que apontem para a variação da quantidade de letras;
• Completar palavras usando a letra inicial e final;
• Escrever listas em que isto tenha significado: listar o que usamos na hora do lanche, o que tem na festa de aniversário, etc.

HIPÓTESE SILÁBICA:

Avanços:
• Atribuir valor sonoro às letras;
• Aceitar que não é preciso muitas letras para se escrever apenas o necessário para representar a fala.
• Perceber que palavras diferentes são escritas com letras em ordens diferentes.

Atividades favoráveis
• Todas as atividades do nível anterior,
• Comparar e relacionar escritas de palavras diversas;
• Escrever pequenos textos memorizados ( parlendas, quadrinhas, músicas, trava-língua...)
• Completar palavras com letras para evidenciar seu som:

CAMELO = C____M____L____ ou ____A____E____O

• Relacionar personagens a partir do nome escrito;
• Forca;
• Relacionar figura às palavras, através do reconhecimento da letra inicial.
• Ter contato com a escrita convencional em atividades significativas;
• Reconhecer letras em um pequeno texto conhecido;
• Leitura de textos conhecidos e já trabalhados;
• Cruzadinhas;
• Caça-palavras;
• Completar lacunas em texto e palavra;
• Construir um dicionário ilustrado, desde que o tema seja significativo;
• Evidenciar rimas entre as palavras;
• Usar o alfabeto móvel para escritas significativas;
• Jogos variados para associar o desenho e seu nome;
• Contar a quantidade de palavras de uma frase.

HIPÓTESE SILÁBICO-ALFABÉTICA

Avanços:
• Usar mais de uma letra para representar o fonema quando necessário.
• Atribuir o valor sonoro das letras;
Atividades favoráveis
• As mesmas do nível anterior;
• Separar as palavras de um texto;
• Generalizar os conhecimentos para escrever palavras que não conhece: Associar o “GA” do nome da “GABRIELA” para escrever “GAROTA”, “GAVETA”...;
• Ditado de palavras conhecidas;
• Ditado de grade;
• Forca;
• Produzir pequenos textos;
• Reescrever histórias;
• Pesquisar os usos da ordem alfabética em nossa sociedade;
• Discutir em atividades coletivas a importância do uso da ordem alfabética como recurso organizador em vários instrumentos sociais, como catálogo telefônico, lista de alunos; fichário; arquivo, dicionário, etc;
• Procurar desenvolver o próprio pensamento das crianças para que percebam o que é provável e o que é impossível encontrar na linguagem escrita;
• Pesquisar palavras que têm ou não acento, dentro de um pequeno texto. É fundamental que o professor trabalhe por investigação. Toda descoberta vai sendo discutida e registrada. Não se deve dar a “receitas” prontas ao aluno;
• Pesquisar quais maneiras possíveis de terminar palavras.
• Generalizar os conhecimentos para escrever palavras que não conhece.
• Pesquisar as letras de imprensa minúsculas, apenas e tão somente, para a leitura. As crianças jamais irão utilizá-las para registras seus textos, apenas para serem capazes de ler, sem dificuldade. Pedir aos alunos para recortar de revistas e organizar as letras, fazendo correspondência termo a termo entre os dois tipos de letras: maiúsculas, minúsculas. Pode apresentar listas em imprensa minúscula. Pode proceder da mesma forma, pedindo para transcrever frases até pequenos textos. É uma apropriação lenta e gradual, que pode transcorrer com calma durante todo o estágio silábico-alfabético.
• Cruzadinhas utilizando fotografias;
• Formação de frases;
• Pesquisa sobre o significado de nome das crianças, seguindo a ordem alfabética;
• Escrever uma lista de nomes e discutir como colocá-los em ordem alfabética.
• Fazer acrósticos, trabalhando coletivamente, tendo o professor como escriba, fazendo o registro no quadro;
• Fazer caça-palavras, imprimindo maior grau de dificuldade a essa atividade, como: na vertical, na diagonal, em ordem inversa, etc.

HIPÓTESE ALFABÉTICO

Avanços:
• Preocupação com as questões ortográficas e textuais (parágrafo e pontuação).
• Usar a letra cursiva.

Atividades favoráveis
• Todas as anteriores;
• Leituras diversas;
• Escrita de listas de palavras que apresentem as mesmas regularidades ortográficas em momentos em que isto seja significativo;
• Atividades a partir de um texto: leitura, localização de palavras ou frases; ordenar o texto;
• Jogos diversos como bingo de letras e palavras; forca...

ALFABETIZAÇÃO COM SUCESSO

Luzia Bontempo

ALFABETIZAÇÃO LÚDICA – CAIXA DE FERRAMENTAS


AS HIPÓTESES DA ESCRITA


Mesmo antes de saber ler e escrever convencionalmente, a criança tem suas próprias idéias de como ler e escrever.
Ao compreendermos que a criança chega à escola trazendo muitos “saberes” sobre leitura e escrita, construídos a partir das suas vivências, estamos possibilitando que ela faça leituras e escritas segundo suas possibilidades e de acordo com os conhecimentos que foram construídos até aquele momento.
As pesquisas realizadas por Emília Ferreiro mostram-nos que a criança aprende a ler e a escrever porque é desafiada a confrontar suas hipóteses sobre leitura e escrita com outras possibilidades (convencionais) que serão oferecidas pelo professor.
As pesquisas de Emília Ferreiro e Ana Teberosky apontam para as hipóteses que a criança constrói neste processo. Estas hipóteses estão descritas em seu livro ”A Psicogênese da Língua Escrita”:           .
HIPÓTESE PRÉ-SlLÁBICA:

CARACTERÍSTICAS:
– Escrever e desenhar têm o mesmo significado;
– Não relaciona a escrita com a fala;
– Não diferencia letras de números;
– Reproduz traços típicos da escrita de forma desordenada;
– Supõe que a palavra representa o objeto e não o seu nome;
– Acredita que coisas grandes têm um nome grande e coisas pequenas
Têm um nome pequeno (realismo nominal);
– Usa as letras do nome para escrever tudo;
– Não aceita que seja possível escrever e ler com menos de três letras;
– Leitura global: lê a palavra como um todo.
CONFLITOS VIVIDOS PELA CRIANÇA NESTA ETAPA:
– Que sinais-eu uso para escrever palavras?
– Conhecer o significado dos sinais escritos.

AVANÇOS:
– Diferenciar o desenho da escrita;
– Perceber as letras e seus sons;
– Identificar e escrever o próprio nome;
– Identificar o nome dos colegas;
– Perceber que usamos letras diferentes em diferentes posições.
ATIVIDADES FAVORÁVEIS:
– Desenhar e escrever o que desenhou;
– Usar o nome em situações significativas: marcar atividades, objetos,
utilizá-Io em jogos, bilhetes, etc;
– Ouvir leitura feita diária pela professora e poder recontá-Ia;
– Ter contato com diferentes portadores de textos;
– Freqüentar a biblioteca, banca de jornais, elc;
– Reconhecer e ler o próprio nome em situações significativas: chamadas, jogos, etc;
– Conversar sobre a função da escrita;
– Utilizar letras móveis para pesquisar nomes, reproduzir o próprio nome ou dos amigos; 

– Bingo de letras;
– Produção oral de histórias;
– Escrita espontânea;
– Textos coletivos tendo o professor como escriba;
– Aumentar o repertório de letras;
– Leitura dos nomes das crianças da classe, quando isto for significativo.
– Comparar e relacionar palavras;
– Produzir textos de forma não convencional;
– Identificar personagens conhecidos a partir de seus nomes, ou escrever seus nomes de acordo com sua possibilidade;
– Recitar textos memorizados: parlendas, poemas, músicas, etc;
– Atividades em que seja preciso reconhecer a letra inicial e a letra final;
– Atividades que apontem para a variação da quantidade de letras;
– Completar palavras usando a letra inicial e final;
– Escrita de listas em que isto tenha significado: listar o que usamos na hora do lanche, o que tem numa festa de aniversário, etc.

HIPÓTESE SILÁBICA:CARACTERÍSTICAS:
– Para cada fonema, usa uma letra para representá-lo,
– Pode, ou não, atribuir valor sonoro à letra.
– Pode usar muitas letras para escrever e ao fazer a leitura, apontar uma letra para cada fonema.
– Ao escrever frases, pode usar uma letra para cada palavra.
CONFLITOS VIVIDOS PELA CRIANÇA NESTA ETAPA:
– A escrita está vincula à pronúncia das partes da palavra?
– Como ajustar a escrita à fala?
– Qual a quantidade mínima de letras necessárias para se escrever?
AVANÇOS:
– Atribuir valor sonoro às letras.
– Aceitar que não é preciso muitas letras para se escrever, apenas o necessário para representar a fala.
– Perceber que palavras diferentes são escritas com letras em ordens diferentes.
ATIVIDADES FAVORÁVEIS:
– Todas as atividades do nível anterior.
– Comparar e relacionar escritas de palavras diversas.
– Escrever pequenos textos memorizados (parlendas, poemas, músicas, trava-línguas…).
-Completar palavras com letras para evidenciar seu som: camelo =
c         m    l ou     a       e       o.
– Relacionar personagens a partir do nome escrito.
– Relacionar figura às palavras, através do reconhecimento da letra inicial.
-Ter contato com a escrita convencional em atividades significativas:
Reconhecer letras em um pequeno texto conhecido. 

– Leitura de textos conhecidos.
– Relacionar textos memorizados com sua grafia.
-Cruzadinhas.
– Caça-palavras.
– Completar lacunas em textos e palavras.
       – Construir um dicionário ilustrado, desde que o tema seja significativo.
– Evidenciar rimas entre as palavras;
– Usar o alfabeto móvel para escritas significativas;
-Jogos variados para associar o desenho e seu nome;
– Colocar letras em ordem alfabética;
– Contar a quantidade de palavras de uma frase.
SILÁBICO-ALFABÉTICO: CARACTERÍSTICAS
– Compreende que a escrita representa os sons da fala;
– Percebe a necessidade de mais de uma letra para a maioria das sílabas;
– Reconhece o som das letras;
– Pode dar ênfase a escrita do som só das vogais ou só das consoantes:
bola= ao ou bl;
– Atribui o valor do fonema em algumas letras: cabelo = kblo.
CONFLITOS VIVIDOS PELA CRIANÇA NESTA ETAPA:
– Como fazer a escrita dela ser lida por outras pessoas?
– Como separar as palavras na escrita se isto não acontece na fala?
– Como adequar a escrita à quantidade mínima de caracteres?
AVANÇOS:
– Usar mais de uma letra para representar o fonema quando necessário;
– Atribuir o valor sonoro das letras.
ATIVIDADES FAVORÁVEIS:
– As mesmas do nível anterior;
– Separar as palavras de um texto memorizado;
– Generalizar os conhecimentos para escrever palavras que não conhece:
associar o “GA’ do nome da “GABRlELA’ para escrever “GAROTA’, “GA VETA’ … ; 

– Ditado de palavras conhecidas;
– Produzir pequenos textos;
– Reescrever histórias.
ALFABÉTICO: CARACTERÍSTICAS
– Compreende a função social da escrita: comunicação;
– Conhece o valor sonoro de todas ou quase todas as letras;
– Apresenta estabilidade na escrita das palavras;
– Compreende que cada letra corresponde aos menores valores sonoros da sílaba;
– Procura adequar a escrita à fala;
– Faz leitura com ou sem imagem;
– Inicia preocupação com as questões ortográficas;
– Separa as palavras quando escreve frases;
– Produz textos de forma convencional.
CONFLITOS VIVIDOS PELA CRIANÇA NESTA ETAPA:
– Por que escrevemos de uma forma e falamos de outra?
– Como distingüir letras, sílabas e frases?
– Como aprender as convenções da língua escrita?
AVANÇOS:
– Preocupação com as questões ortográficas e textuais (parágrafo e pontuação).
-Usar a letra cursiva.
ATIDADES FAVORÁVEIS:
– Todas as anteriores;
– Leituras diversas;
– Escrita de listas de palavras que apresentem as mesmas regularidades
ortográficas em momentos em que isto seja significativo;
– Atividades a partir de um texto: leitura, localização de palavras ou frases; 

ordenar o texto;

-jogos diversos como bingo de letras e palavras; forca …

fonte:http://ensinar-aprender.com.br/2011/04/atividades-favoraveis-para-cada.html


https://www.elo7.com.br/meuquartinhoateliemv/loja

Comprar este produto

Café Marita

Café Marita
Emagreça com Saúde - CLIQUE AQUI

Contadores

Filmes Educacionais

  • Escritores da Liberdade
  • Filhos do Silêncio
  • Meu Mestre minha Vida
  • Nell
  • O Livro Perigoso
  • O Milagre de Anna Sullivan
  • O Nome da Rosa
  • O Triunfo
  • O Óleo de Lorenzo
  • Sociedade dos Poetas Mortos

PESQUISE POSTAGENS NO SITE

PARTICIPE!

Clique em PARTICIPAR deste site. OBRIGADA e Volte sempre!

"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)

Feliz Dia das Crianças para todos!
Responsabilidade, Honestidade e Pontualidade faz parte de nossas vidas e temos que estar atentos para não pecarmos nessas áreas. Isso faz parte do ser adulto. Mas nada nos impede de sermos crianças em alguns momentos, principalmente na humildade e sinceridade. Só que a sinceridade as vezes ofende, pois as pessoas não estão preparadas para ouvirem a verdade, mesmo que venha da boca de uma criança.

Professora Marcia Valeria-2010.

INSTITUTO NACIONAL EDUCAÇÃO DE SURDOS

ACESSOS...



1.000.000 Acessos

Meus Agradecimentos...


16/11/2013 - 1.500.000 Acessos! Obrigada Senhor!




Google+ Followers

Recent Visitors