LUMINOSO

PLAY- CLIQUE PARA OUVIR A WEB RÁDIO CONEXÃO,NET

sábado, 27 de agosto de 2011

Língua Portuguesa - Ensino Médio

Roteiros de Atividades

Contexto de produção, circulação e recepção de textos
Referenciação bibliográfica, segundo normas da ABNT
Organização temática
Seleção lexical e efeitos de sentido
Signos não verbais
Vozes do discurso
Intertextualidade e metalinguagem
Textualização do discurso narrativo(ficcional)
Textualização do discurso de relato
10 Textualização do discurso descritivo
11 Textualização do discurso expositivo
12 Textualização do discurso argumentativo
13 Textualização do discurso injuntivo
14 Textualização do discurso poético
15 Organização do suporte revista: relações com o público-alvo
16 Capa de revista
17 Credibilidade do suporte revista: linha editorial, público-alvo e tratamento ideológico-lingüístico
18 Perigrafia de livros didáticos e técnicos
19 Fatores de legibilidade do texto de livros didáticos ou técnicos
20 A linguagem como atividade sóciointerativa
21 A língua portuguesa ao longo do tempo
22 Variação lingüística no português brasileiro
23 O uso de pronomes pessoais no português padrão (PP) e não padrão(PNP)
24 A concordância verbal e nominal no português padrão (PP) e não padrão (PNP)
25 A regência verbal e nominal no português padrão (PP) e não padrão (PNP)
26 O uso de pronomes relativos no português padrão (PP) e não padrão (PNP)
27 Estratégias de organização textual de seqüências expositivas e argumentativas
28 Coesão nominal
29 Coesão verbal
30 Conexão textual e frasal
31 O autor e seu fazer literário
32 Discursos fundadores
33 O índio na literatura brasileira
34 O amor e a mulher na literatura
35 O negro na literatura brasileira
36 O imigrante na literatura brasileira
37 Vida social e política na literatura brasileira
38 Origens da literatura brasileira
39 Barroco
40 Arcadismo ou Neoclassicismo
41 Romantismo
42 Realismo / Naturalismo
43 Parnasianismo
44 Simbolismo
45 Modernismo
46 Contemporaneidade

http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/index.asp?id_projeto=27&id_objeto=102414&id_pai=42677&tipo=li&n1=&n2=Roteiros%20de%20Atividades&n3=Ensino%20M%E9dio&n4=L%EDngua%20Portuguesa&b=s&ordem=campo3&cp=000099&cb=mlp

Postado por: Professora Marcia Valeria

Trabalhando os Sentidos



Fonte: http://blog.educacaoadventista.org.br/professorathabata/index.php?op=post&idcategoria=2

Postado por: Professora Marcia Valeria

EXERCICIOS DE MATEMATICA - on line

(Atividades de Matemática para Crianças)

 

                                                       


Olimpiadas de matemática para crianças
Competição para os pais


Escolha o seu nível :

1ª série (fácil) 2ª série (fácil) 3ª série (fácil) 4ª série (fácil) 5ª série (fácil)
1ª série (difícil) 2ª série (difícil) 3ª série (difícil) 4ª série (difícil) 5ª série (difícil)


No site exercícios de matemática, as crianças podem escolher o tipo e o nível de exercício (2° ano a 6° ano) :
adição, subtração, multiplicação, divisão, problemas de matemática, números, medidas...
Essas atividades online ajudaram o aluno a fazer facilmente as tarefas de casa pondo em prática o que ele aprendeu durante as aulas
e ele se sentira preparado para fazer as provas na escola.

Participando da competicão de cálculo mental, a criança pode tornar-se um campeão international de matemática.


No Brasil, os exercícios de matemática do site correspondem às atividades escolares do ensino fundamental (idade : 6, 7, 8 ,9, 10 anos)


Português Geografia Matemática Desenhos
Inglês História Ciência Diversos




Páginas mais vistas :

Atividades de matemática 1ª série

Probleminhas de matemática 3ª série

Exercícios de matemática 4ª série

Exercícios de matemática 5ª série

Boa sorte !!


http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.html?categoria=6&x=24&y=7

Postado por: Professora Marcia Valeria

Projeto de Lei obriga políticos a matricularem seus filhos na escola pública

Petição Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.


Abaixo-assinado A população pede a aceleração do PLS 480/07

http://www.peticaopublica.com/PeticaoAssinar.aspx?pi=P2009N5

 

Para:Senado Federal do Brasil

Excelentíssimos Senadores da República Federativa do Brasil vimos através desse abaixo assinado pedir que seja acelerada a tramitação do PLS - PROJETO DE LEI DO SENADO, Nº 480 de 2007

Que Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.

Art. 1º Os agentes públicos eleitos para os Poderes Executivo e Legislativo federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal são obrigados a matricular seus filhos e demais dependentes em escolas públicas de educação básica.
Art. 2º Esta Lei deverá estar em vigor em todo o Brasil até, no
máximo, 1º de janeiro de 2014.
Parágrafo Único. As Câmaras de Vereadores e Assembléias Legislativas Estaduais poderão antecipar este prazo para suas unidades respectivas.

Na certeza de termos nosso pleito atendido agradecemos desde já a atenção dos nobres Senadores da República Federativa do Brasil .


Os signatários

Este abaixo-assinado encontra-se alojado na internet no site Petição Publica Brasil que disponibiliza um serviço público gratuito para abaixo-assinados (petições públicas) online.
Caso tenha alguma questão para o autor do abaixo-assinado poderá enviar através desta página de contato

http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N9485


cristovambrasil 300x200 PLS 480: Ensino público pra quem serve ao público!


PROJETO DE LEI DO SENADO Nº , DE 2007
Fonte: Senado Federal


termina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.
O CONGRESSO NACIONAL decreta:
Art. 1º Os agentes públicos eleitos para os Poderes Executivo e Legislativo federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal são obrigados a matricular seus filhos e demais dependentes em escolas públicas de educação básica.
Art. 2º Esta Lei deverá estar em vigor em todo o Brasil até, no máximo, 1º de janeiro de 2014.
Parágrafo Único. As Câmaras de Vereadores e Assembléias Legislativas Estaduais poderão antecipar este prazo para suas unidades respectivas.
JUSTIFICAÇÃO
No Brasil, os filhos dos dirigentes políticos estudam a educação básica em escolas privadas. Isto mostra, em primeiro lugar, a má qualidade da escola pública brasileira, e, em segundo lugar, o descaso dos dirigentes para com o ensino público.
Talvez não haja maior prova do desapreço para com a educação das crianças do povo, do que ter os filhos dos dirigentes brasileiros, salvo raras exceções, estudando em escolas privadas. Esta é uma forma de corrupção discreta da elite dirigente que, ao invés de resolver os problemas nacionais, busca proteger-se contra as tragédias do povo, criando privilégios.
Além de deixarem as escolas públicas abandonadas, ao se ampararem nas escolas privadas, as autoridades brasileiras criaram a possibilidade de se beneficiarem de descontos no Imposto de Renda para financiar os custos da educação privada de seus filhos.
Pode-se estimar que os 64.810 ocupantes de cargos eleitorais – vereadores, prefeitos e vice-prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores e seus suplentes, governadores e vice-governadores, Presidente e Vice-Presidente da República – deduzam um valor total de mais de 150 milhões de reais nas suas respectivas declarações de imposto de renda, com o fim de financiar a escola privada de seus filhos alcançando a dedução de R$ 2.373,84 inclusive no exterior. Considerando apenas um dependente por ocupante de cargo eleitoras.
O presente Projeto de Lei permitirá que se alcance, entre outros, os seguintes objetivos:
a) ético: comprometerá o representante do povo com a escola que atende ao povo;
b) político: certamente provocará um maior interesse das autoridades para com a educação pública com a conseqüente melhoria da qualidade dessas escolas.
c) financeiro: evitará a “evasão legal” de mais de 12 milhões de reais por mês, o que aumentaria a disponibilidade de recursos fiscais à disposição do setor público, inclusive para a educação;
d) estratégica: os governantes sentirão diretamente a urgência de, em sete anos, desenvolver a qualidade da educação pública no Brasil.
Se esta proposta tivesse sido adotada no momento da Proclamação da República, como um gesto republicano, a realidade social brasileira seria hoje completamente diferente. Entretanto, a tradição de 118 anos de uma República que separa as massas e a elite, uma sem direitos e a outra com privilégios, não permite a implementação imediata desta decisão. Ficou escolhido por isto o ano de 2014, quando a República estará completando 125 anos de sua proclamação. É um prazo muito longo desde 1889, mas suficiente para que as escolas públicas brasileiras tenham a qualidade que a elite dirigente exige para a escola de seus filhos.
Seria injustificado, depois de tanto tempo, que o Brasil ainda tivesse duas educações – uma para os filhos de seus dirigentes e outra para os filhos do povo -, como nos mais antigos sistemas monárquicos, onde a educação era reservada para os nobres.
Diante do exposto, solicitamos o apoio dos ilustres colegas para a aprovação deste projeto.
Sala das Sessões,
Senador CRISTOVAM BUARQUE

Para acessar o texto do PLS 480 de 2007, bem como sua tramitação, acesse o link:
http://www.senado.gov.br/atividade/Materia/detalhes.asp?p_cod_mate=82166

 Para acessar a composição da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, acesse o link:
  


Sabe-se que o texto dificilmente será aprovado em razão da aplicação de alguns princípios constitucionais, mas, pelo menos, fica a oportunidade para a reflexão sobre o assunto.
Veja a Justificativa na íntegra clicando  Aqui.


Postado por: Professora Marcia Valeria

Prova ABC traz dados inéditos sobre a alfabetização das crianças no Brasil

Ao todo, 56,1% dos estudantes aprenderam o que era esperado em leitura, e 42,8% em matemática
 
Prova ABC traz dados inéditos sobre a alfabetização das crianças no Brasil
 
Arte/TPE



Da Redação do Todos Pela Educação
Os resultados da Prova ABC (Avaliação Brasileira do Final do Ciclo de Alfabetização), exame inédito que verifica a qualidade da alfabetização das crianças que concluíram o 3º ano (2ª série), revelam que 56,1% dos estudantes aprenderam o que era esperado em leitura, e 42,8% em matemática, com grande variação entre as regiões do País e as redes de ensino pública e privada.
 
 
A avaliação foi feita a partir de uma parceria do Todos Pela Educação com o Instituto Paulo Montenegro/Ibope, a Fundação Cesgranrio e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As provas foram aplicadas no primeiro semestre de 2011 a cerca de 6 mil alunos de escolas municipais, estaduais e particulares de todas as capitais do País. 
 
 
“Esta iniciativa é importante pelos resultados que expõe, mas também por sua contribuição para a construção de uma escala de proficiência em leitura, escrita e matemática para os primeiros anos do Ensino Fundamental”, afirma Priscila Cruz, diretora-executiva do Todos Pela Educação. 
 
De acordo com Ana Lucia Lima, diretora-executiva do Instituto Paulo Montenegro, “os resultados da Prova ABC também ressaltam a necessidade de se combater as desigualdades de oferta entre as regiões e as redes de ensino, que já se apresentam críticas neste final do ciclo de alfabetização”.
 
Nível 175 na escala Saeb
“Os resultados são apresentados nas escalas Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) de leitura e matemática. Consideramos como tendo aprendido o que era esperado para esta série (3º ano ou 2ª série) a partir de 175 pontos nas duas escalas, tanto para leitura quanto para matemática”, explica Nilma Fontanive, consultora da Fundação Cesgranrio. 
 
Em leitura, ao atingir pelo menos 175 pontos, o aluno, entre outras tarefas, consegue identificar temas de uma narrativa, localizar informações explícitas, identificar características de personagens em textos como lendas, contos, fábulas e histórias em quadrinhos e perceber relações de causa e efeito contidas nestas narrativas.
 
Em matemática, no nível de 175 pontos, os alunos têm, por exemplo, domínio da adição e da subtração e conseguem resolver problemas envolvendo, por exemplo, notas e moedas.
 
Resultados de Leitura
O desempenho médio dos alunos que fizeram a prova foi de 185,8 pontos na escala, com 56,1% do total das crianças aprendendo o que era esperado para esta etapa do ensino em leitura.
 
Há variação no País e as Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste tiveram desempenho acima da média nacional (185,8) com, respectivamente, 197,9; 193,6 e 196,5 pontos. Abaixo da média brasileira ficaram o Norte e o Nordeste com 172,8 e 167,4 pontos. 
 
Os resultados também variam nas redes de ensino: os alunos da rede privada atingiram 216,7 pontos em leitura, e os da rede pública ficaram com 175,8 pontos. 
 
Confira na tabela abaixo todos os resultados de leitura:
 
 
Tabela 1. Média de pontos em Leitura e percentual de alunos que aprenderam o esperado para o 3º ano (2ª série) por região e por rede de ensino
 
Brasil e Regiões
Rede de Ensino
Média
Proporção de alunos com desempenho esperado
para o 3º ano
Brasil
Total
185,8
56,1%
   Brasil
Pública
175,8
48,6%
   Brasil
Particular
216,7
79,0%
Norte
Total
172,8
43,6%
   Norte
Pública
166,7
39,4%
   Norte
Particular
210,6
69,4%
Nordeste
Total
167,4
42,5%
   Nordeste
Pública
159,7
36,5%
   Nordeste
Particular
191,1
61,1%
Sudeste
Total
193,6
62,8%
   Sudeste
Pública
182,0
54,4%
   Sudeste
Particular
224,2
85,1%
Sul
Total
197,9
64,6%
   Sul
Pública
186,8
56,5%
   Sul
Particular
228,4
86,8%
Centro-Oeste
Total
196,5
64,1%
   Centro-Oeste
Pública
186,6
56,8%
   Centro-Oeste
Particular
226,2
85,5%
 

Resultados de matemática
Em matemática, a média nacional foi de 171,1 pontos, e 42,8% do total das crianças aprenderam o que era esperado para esta etapa do ensino. Acima da média nacional, ficaram as Regiões Sul (185,6), Sudeste (179,1) e Centro-Oeste (176,5); abaixo dos 171,1 pontos, as Regiões Nordeste (158,2) e Norte (152,6).
A média nacional dos alunos da rede privada foi de 211,2 pontos e a da rede pública foi de 158,0 pontos. Em nenhuma das regiões, estudantes de escolas públicas tiveram desempenho igual ou superior a 175 pontos.
 
“Estes dados apontam que o baixo desempenho em matemática apresentado pelos alunos brasileiros ao final do Ensino Fundamental, e posteriormente do Ensino Médio, começam já a serem traçados nos primeiros anos da vida escolar. Fato que nos coloca diante da necessidade de promover políticas públicas de incentivo a aprendizagem de matemática desde a alfabetização”, afirma Ruben Klein, consultor da Cesgranrio.
 
 
Tabela 2. Média de pontos em Matemática e percentual de alunos que aprenderam o esperado para o 3º ano (2ª série) por Região e por Rede de Ensino
 
 
Brasil e Regiões
Rede de Ensino
Média
Proporção de alunos com desempenho esperado
para o 3º ano
Brasil
Total
171,1
42,8%
   Brasil
Pública
158,0
32,6%
   Brasil
Particular
211,2
74,3%
Norte
Total
152,6
28,3%
   Norte
Pública
145,4
21,9%
   Norte
Particular
196,7
67,7%
Nordeste
Total
158,2
32,4%
   Nordeste
Pública
148,9
25,2%
   Nordeste
Particular
186,9
54,7%
Sudeste
Total
179,1
47,9%
   Sudeste
Pública
161,9
35,6%
   Sudeste
Particular
224,2
80,6%
Sul
Total
185,6
55,7%
   Sul
Pública
171,3
44,5%
   Sul
Particular
224,9
86,3%
Centro-Oeste
Total
176,5
50,3%
   Centro-Oeste
Pública
167,1
40,6%
   Centro-Oeste
Particular
204,2
78,9%
 
 
Resultados de Escrita
Todos os alunos que participaram da Prova ABC fizeram também uma redação. A prova de escrita foi avaliadas em relação a três competências: adequação ao tema e ao gênero; coesão e coerência; e registro (grafia das palavras, adequação às normas gramaticais, segmentação de palavras e pontuação). De uma escala que vai de 0 a 100 pontos, o desempenho esperado dos alunos de 3º ano (2ª série) é de pelo menos 75 pontos.
 
Um aluno que atinge os 75 pontos apresenta bom desempenho para as três competências, ou ao menos desempenho razoável para uma delas e bom ou muito bom nas demais. Isto significa que estes alunos que ficaram acima dos 75 pontos são capazes de desenvolver bem o tema e os elementos organizacionais do gênero solicitado, organizar bem as partes do texto, demonstrando bom domínio dos recursos coesivos, e apresentam bom domínio no registro escrito, referente à norma gramatical, com pontuais desvios.
 
A média nacional foi de 68,1 pontos; a média das escolas públicas foi de 62,3 pontos e a das particulares, de 86,2 pontos. Os dados também variam entre as regiões e estão na tabela abaixo:
 
 
Tabela 3. Média de pontos em Escrita e percentual de alunos que aprenderam o esperado para o 3º ano (2ª série) por Região e por Rede de Ensino
 
 
Brasil e Regiões
Rede de Ensino
Média
Proporção de alunos com desempenho esperado
para o 3º ano
Brasil
Total
68,1
53,4%
   Brasil
Pública
62,3
43,9%
   Brasil
Particular
86,2
82,4%
Norte
Total
58,9
39,8%
   Norte
Pública
55,4
35,0%
   Norte
Particular
80,1
69,3%
Nordeste
Total
50,2
30,1%
   Nordeste
Pública
44,5
21,3%
   Nordeste
Particular
67,7
57,5%
Sudeste
Total
77,2
65,8%
   Sudeste
Pública
69,9
53,8%
   Sudeste
Particular
96,7
97,7%
Sul
Total
74,5
61,1%
   Sul
Pública
69,8
53,6%
   Sul
Particular
87,5
81,7%
Centro-Oeste
Total
73,9
60,6%
   Centro-Oeste
Pública
71,1
55,0%
   Centro-Oeste
Particular
82,5
77,3%
 
 
Metodologia
A Prova ABC foi aplicada nos primeiros meses do ano letivo de 2011 a uma amostra probabilística, selecionada por Dalton Andrade, de 6 mil alunos de turmas de 4º ano (3ª série), pois, nesta fase, devem estar consolidadas as aprendizagens do ano anterior. A seleção dos alunos levou em conta a proporção das escolas de cada rede, nas capitais de todas as regiões do País. No total, 250 escolas participaram.
 
Apenas uma turma sorteada de 4º ano (3ª série) de cada uma das escolas selecionadas realizou a Prova ABC. Todas as instituições de ensino participaram voluntariamente da prova.
 
Cada criança respondeu a 20 itens (questões de múltipla escolha) de leitura ou de matemática - o aluno fez testes de apenas uma das duas áreas. Além disso, todas elas escreveram uma breve redação, a partir de um tema único. Cada escola contou com um aplicador externo.
 
A Fundação Cesgranrio foi responsável pela elaboração das provas, correção, análise e a interpretação dos dados nas escalas Saeb, com a colaboração do Inep na definição do plano amostral e contribuições do Instituto Paulo Montenegro, responsável pelo Indicador de Alfabetismo Funcional da população brasileira. A aplicação da prova foi feita pelo Ibope.
 
Fonte: http://www.todospelaeducacao.org.br/comunicacao-e-midia/noticias/18375/prova-abc-traz-dados-ineditos-sobre-a-alfabetizacao-das-criancas-no-brasil/

Postado por: Professora Marcia Valeria

Atividades Diversificadas





























 



 Fonte: Internet
Postado por: Professora Marcia Valeria

Marcadores

- Diversos ABUSOS NA EDUCAÇÃO Além Paraíba-MG Alfabetização AMOR ...♥ Artes Artesanato Assuntos Diversos para Comentar Atividades Diversas Atividades para confeccionar com os alunos Avaliação Diagnóstica Bíblia Biografia Biologia Bordas e Certificados Capas para Cadernos Cidadania Ciências COMUNISMO Congresso Infantil Coordenação Motora Curiosidades Datas Comemorativas Deficiência Visual Desenhos e Figuras para Atividades Diversas Dia das Mães Dia do Índio - 19 de Abril Dia Mundial da Educação 28 de Abril Dinâmicas em Grupo Diversos Documentário Doenças Doutrinação; Livros; DVDs - Diversos Educação Educação Básica Educação Especial; Educação no Trânsito Educadores ENEM Ensino Religioso Ensino Especial; Ensino Fundamental - 1ª Fase Ensino Fundamental - Ensino Médio Ensino Fundamental 6º ao 9º Ensino Médio Ensino Religioso Entrevista Epidemia Escola Bíblica de Férias Escola Bíblica Dominical Esporte Estações do Ano Família; Férias Festa Junina FICAADICA FICAADICA... Figuras Diversas Filosofia Fonoaudiologia Geografia Guerra Guerra no Brasil HANG OUT HANGOUTS; Orientação Educacional; reuni[a0 HANGOUTS; Orientação Educacional; Reunião Pedagógica; Política; Informação; ABUSOS NA EDUCAÇÃO; WEBRADIOLIVRE.ORG HANGOUTS; Orientação Educacional; Reunião Pedagógica; Política; Informação; ABUSOS NA EDUCAÇÃO;WEBRADIOLIVRE.ORG História História da Educação ... e no Brasil; IDEOLOGIA DE GÊNERO Inclusão e/ou Deficiências Diversas Informação informação. informação. 1 de Maio Dia do trabalhador interdisciplinaridade Jardim Jogos e Brincadeiras Jovens l - Ensino Médio Lateralidade LEIS Leituras Diversas Lembrancinhas Libras Literatura Infantil Livros - Títulos... Louvor Matemática Material Didático; Meditação Mensagens Diversas Meu Canal YOUTUBE Motivação Músicas Diversas Natal Oração. orientação Educacional; Orientação Pedagógica Palavra do Dia. Para Reunião com Responsáveis Paralisia Cerebral Páscoa Pedagogia Pedofilia PNE Poemas POLÍTICA Política - Geral Português Projetos/Planos Psicologia Psicomotricidade Psicopedagogia. Reciclagem Regime Militar; Reportagem Reunião Pedagógica Reunião Pedagógica reunioes: Pedagógicas e / or Funcionários Reuniões: Pedagógicas e/ou Funcionários reunioes: Reunião Pedagógica Sala de Aula Alfabetizadora Saúde Sociologia Teatro - Fotos e Textos Temas Educacionais Textos Diversos Trabalhando os Sentidos Trava Língua Vacinação vídeo Vídeos Educacionais Vivendo a História do Brasil Sangrento no século XXI WEB RADIO

PESQUISE POSTAGENS NO SITE

Filmes Educacionais

  • Escritores da Liberdade
  • Filhos do Silêncio
  • Meu Mestre minha Vida
  • Nell
  • O Livro Perigoso
  • O Milagre de Anna Sullivan
  • O Nome da Rosa
  • O Triunfo
  • O Óleo de Lorenzo
  • Sociedade dos Poetas Mortos

Contadores

Clique em PARTICIPAR deste site. OBRIGADA e Volte sempre!

"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)

Feliz Dia das Crianças para todos!
Responsabilidade, Honestidade e Pontualidade faz parte de nossas vidas e temos que estar atentos para não pecarmos nessas áreas. Isso faz parte do ser adulto. Mas nada nos impede de sermos crianças em alguns momentos, principalmente na humildade e sinceridade. Só que a sinceridade as vezes ofende, pois as pessoas não estão preparadas para ouvirem a verdade, mesmo que venha da boca de uma criança.

Professora Marcia Valeria-2010.

INSTITUTO NACIONAL EDUCAÇÃO DE SURDOS

PARTICIPE!

CANAL - Professora Marcia Valeria

Loading...

Google+ Followers

ACESSOS...



1.000.000 Acessos

Meus Agradecimentos...


16/11/2013 - 1.500.000 Acessos! Obrigada Senhor!




Recent Visitors