LUMINOSO

PLAY

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Escolas abandonam a tabuada e permitem o uso da calculadora por alunos.

Hoje, os alunos só precisam decorar os cálculos de multiplicação depois de compreender o significado dela



Gustavo Moreno/CB/D.A Press

A cobrança da tabuada não é mais a regra nas escolas. Muitas delas nem usam esse termo para se referir aos cálculos básicos de multiplicação, e os alunos não são obrigados a ter na ponta da língua os resultados. A recomendação de especialistas, hoje, é que os estudantes compreendam todas as operações e, depois, memorizem os resultados das contas básicas. Para isso, vale lançar mão de qualquer instrumento: dedos, pedrinhas, palitos e, em algumas escolas, até o uso da calculadora é liberado em certos momentos.

Reginaldo Abreu, coordenador da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) no Distrito Federal, explica que o mito da obrigatoriedade de se decorar a tabuada vem da geração anterior. “Havia uma época em que o aluno não só tinha que decorar a tabuada como também responder verbalmente na frente do professor”, relata. “Algumas pessoas conseguiam. Mas isso causava um trauma em outras que não tinham o mesmo rendimento”, observa. Hoje, muitas escolas nem usam mais o termo tabuada, que ganhou caráter pejorativo. O que permanece é o ensino do processo de multiplicação, que é um desafio, tanto nas escolas públicas quanto nas particulares.

“Se o professor consegue estabelecer a relação de que multiplicar nada mais é do que somar, isso fica banal e facilita o aprendizado”, destaca Reginaldo. Também não há a cobrança de que a questão seja respondida instantaneamente, pois esse é um processo que cada indivíduo constrói pessoalmente. “O objetivo é chegar ao resultado. Se ele souber multiplicar, seja somando, seja multiplicando, não importa. Na medida em que eu compreendo um processo, uso formas alternativas de chegar à resposta. A olimpíada é uma prova disso: o aluno desenvolve o próprio raciocínio, e cada um usa um processo diferente”, acrescenta.


http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2015/04/19/interna_cidadesdf,479931/escolas-abandonam-a-tabuada-e-permitem-o-uso-da-calculadora-por-alunos.shtml

Professora Marcia Valeria: Que triste esta realidade! Onde fica o desenvolvimento cognitivo dessas crianças? Estão acabando com a memória dos Brasileiros, esse DESGOVERNO, está a cada dia proporcionando uma nova geração de Idiotas Úteis. 


https://www.elo7.com.br/meuquartinhoateliemv/loja

Comprar este produto

Café Marita

Café Marita
Emagreça com Saúde - CLIQUE AQUI

Contadores

Filmes Educacionais

  • Escritores da Liberdade
  • Filhos do Silêncio
  • Meu Mestre minha Vida
  • Nell
  • O Livro Perigoso
  • O Milagre de Anna Sullivan
  • O Nome da Rosa
  • O Triunfo
  • O Óleo de Lorenzo
  • Sociedade dos Poetas Mortos

PESQUISE POSTAGENS NO SITE

PARTICIPE!

Clique em PARTICIPAR deste site. OBRIGADA e Volte sempre!

"Feliz aquele que transfere o que sabe
e aprende o que ensina."
(Cora Coralina)

Feliz Dia das Crianças para todos!
Responsabilidade, Honestidade e Pontualidade faz parte de nossas vidas e temos que estar atentos para não pecarmos nessas áreas. Isso faz parte do ser adulto. Mas nada nos impede de sermos crianças em alguns momentos, principalmente na humildade e sinceridade. Só que a sinceridade as vezes ofende, pois as pessoas não estão preparadas para ouvirem a verdade, mesmo que venha da boca de uma criança.

Professora Marcia Valeria-2010.

INSTITUTO NACIONAL EDUCAÇÃO DE SURDOS

ACESSOS...



1.000.000 Acessos

Meus Agradecimentos...


16/11/2013 - 1.500.000 Acessos! Obrigada Senhor!




Google+ Followers

Recent Visitors